CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

EventosExposições, Feiras e FestivaisPremiações e Competições

Está chegando a hora da Fenasul Expoleite

Logo da Fenasul

A 18ª Fenasul e 45ª Expoleite acontecerá entre os dias 15 e 19 de maio, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). O evento é uma promoção da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Rio Grande do Sul (Gadolando) e da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi), com co-promoção da Prefeitura de Esteio, Farsul, Fetag/RS e Febrac.

A Fenasul e Expoleite são atividades tradicionais do calendário gaúcho. Ao longo das últimas edições elas vem crescendo e marcando seu forte posicionamento não só no agro, mas principalmente no desenvolvimento econômico dos municípios gaúchos. É uma grande feira, pois, além de proporcionar oportunidades de comercialização e de troca de experiências e tecnologias, mostra a força do setor leiteiro, valorizando as pessoas que se dedicam à atividade e fazem do Rio Grande do Sul um dos grandes produtores de leite do Brasil.

Animais na pista de julgamento
Animais na pista de julgamento

O evento incluiu mostra de criadores, competições de produtividade, rodeio, palestras, shows musicais e agroindústria familiar, com destaque para os julgamentos e concursos leiteiros das raças de gado de leite, Multifeira da Prefeitura de Esteio, provas de equinos (como uma das classificatórias ao Freio de Ouro e o rodeio da Fenasul), exposição de animais e seminários.

O objetivo é o comprometimento cada vez mais com aquilo que é mais relevante para o estado, que é a nossa produção rural. Para a organização, esta próxima edição da feira será ainda maior do que as anteriores. O presidente da Gadolando e da Febrac, Marcos Tang, destacou a necessidade do estado de tomar posição frente às demandas do setor leiteiro. Segundo ele o setor agropecuário que está muitas vezes injustamente acusado e desvalorizado, precisa de um pouco mais de respeito. A importação de leite é uma gota em um balde já cheio de problemas. O setor teve anos de estiagem e de enchentes e alguns governos estaduais tiraram muitas autoridades da zona de conforto pois estão tendo medidas locais e o RS tem que fazer o mesmo. O produtor que é a autoridade máxima em nossas feiras, ele clama, salientou o dirigente.

Vaca da raça holandesa
Vaca da raça holandesa

O pavilhão do gado leiteiro estará repleto de holandesas, Jersey, Gir, búfalos, caprinos, cavalos e pequenos animais. Será realizada a Classificatória Regional Gaúcha Sul, organizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulo (ABCCC). Destaque também para a participação da Associação Gaúcha de Professores do Ensino Técnico Agrícola (Agptea), responsável por desenvolver atividades técnicas científicas, sempre muito importantes para a feira. Nesta edição, também haverá o projeto pedagógico organizado Fazendinha, voltado a estudantes.

A presença das agroindústrias familiares está garantida, já reconhecidas pela qualidade dos seus produtos, além da pecuária familiar, responsável por grande parte da produção leiteira gaúcha, mesmo no momento de crise que a cadeia vive. Além de toda a programação cultural, a organização pensou ainda na formação das novas gerações.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *