CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

CapacitaçãoCiência e TecnologiaCriaçãoGestão, Mercado e EconomiaNotíciasPastagens e Forrageiras

Ração pode desencadear pré-diabetes em equinos

Alimentando o cavalo

Os equinos, como atletas naturais, exigem uma nutrição cuidadosamente balanceada para manter sua saúde e desempenho ótimos. No entanto, o manejo alimentar inadequado pode levar a uma série de problemas de saúde, sendo um dos mais preocupantes a pré-diabetes, desencadeada pela Síndrome Metabólica Equina (SME).

Este artigo visa esclarecer os riscos associados à SME, suas causas e como uma dieta adequada pode ser a chave para prevenir essa condição. Com um entendimento claro e ações preventivas, é possível garantir uma vida longa e saudável para nossos cavalos, evitando complicações que podem afetar seriamente sua qualidade de vida e desempenho.

A Importância da nutrição na saúde dos equinos

Nutrir corretamente um cavalo não é apenas uma questão de alimentá-lo, é garantir que cada aspecto de sua dieta esteja contribuindo positivamente para sua saúde geral e capacidade de desempenho. Uma dieta bem planejada deve atender às necessidades específicas do animal, variando de acordo com sua idade, peso e nível de atividade. Sem uma nutrição adequada, os equinos podem enfrentar uma variedade de problemas de saúde, desde alterações no comportamento e performance reduzida até condições mais graves como a Síndrome Metabólica Equina (SME).

Punhado de ração nas mãos

Este distúrbio, semelhante ao diabetes tipo 2 em humanos, resulta em uma capacidade reduzida de processar a glicose, levando a altos níveis de açúcar no sangue que podem ter efeitos devastadores no bem-estar do animal.

É preciso levar em conta que os minerais têm um papel crucial na nutrição equina, especialmente na formação do esqueleto e na manutenção de funções fisiológicas essenciais ao longo da vida do animal. Devido às variações na composição mineral das pastagens, que dependem fortemente da qualidade do solo, a suplementação mineral torna-se essencial para preencher qualquer lacuna nutricional.

Ao fornecer uma alimentação balanceada e adequada, não só melhoramos o desempenho físico dos cavalos, como também fortalecemos suas defesas naturais contra doenças, promovendo um estilo de vida mais saudável e produtivo.

Entendendo a síndrome metabólica equina (SME)

A Síndrome Metabólica Equina é uma condição complexa e multifatorial que tem preocupado cada vez mais os proprietários e criadores de cavalos. A SME caracteriza-se pela resistência à insulina e consequente hiperglicemia, onde a insulina produzida pelo organismo não é eficaz em transportar glicose para dentro das células, deixando-a acumular-se na corrente sanguínea.

Cavalo com fadiga
Cavalo com fadiga

Causas e fatores de risco

Uma das principais causas da SME é uma dieta rica em hidratos de carbono não estruturais, como o milho e outros cereais que são altos em amido. Estes componentes são difíceis de serem completamente digeridos pelo sistema gastrointestinal equino, o que pode levar ao excesso de glicose no sangue. Além disso, o manejo inadequado do peso e a falta de exercício físico regular também contribuem significativamente para o desenvolvimento desta síndrome.

Principais sintomas

  • Obesidade
  • Laminite
  • Sede e micção excessiva
  • Perda de massa muscular
  • Depósitos de gordura anormais
  • Fome excessiva
  • Inflamação
  • Depressão e/ou fadiga
Alguns sintomas: A - adiposidade localizada; B - adiposidade na região do glúteo e períneo; C - anéis concêntricos nos cascos
Alguns sintomas: A – adiposidade localizada; B – adiposidade na região do glúteo
e períneo; C – anéis concêntricos nos cascos

Prevenção e manejo

A chave para prevenir a SME está no manejo nutricional adequado e na monitoração constante da saúde do cavalo. Dietas especialmente formuladas que limitam a ingestão de amido (principalmente o milho) e aumentam as fibras, são fundamentais. O equino não consegue digerir todo o amido do milho ingerido, motivo pelo qual a presença do cereal na ração tem de ser restrita. Além disso, a manutenção de um regime de exercícios regulares ajuda a melhorar a eficácia da insulina no corpo do cavalo.

O trinômio saúde, desempenho e segurança tem de ser levado muito a sério na hora de oferecer a melhor ração e, assim, evitar riscos da SME e outras enfermidades. Os desafios sanitários vão de problemas gastrointestinais, como as temíveis cólicas, até reprodutivos e ortopédicos, como a laminite, comprometendo não apenas a saúde mais a performance dos animais.

É crucial que os proprietários trabalhem de perto com veterinários e nutricionistas equinos para desenvolver um plano de alimentação e exercício que seja adaptado às necessidades individuais de cada cavalo, prevenindo não apenas a SME, mas também uma série de outras condições associadas à má nutrição.

Alimentação ideal e manejo nutricional

Administrar a nutrição de um cavalo é um ato delicado que requer conhecimento e atenção aos detalhes. A alimentação ideal para um cavalo deve ser meticulosamente balanceada, fornecendo todas as vitaminas, minerais, proteínas e outros nutrientes essenciais para a saúde e o desempenho do animal.

Cuidado com o excesso de milho na ração do equino
Cuidado com o excesso de milho na ração do equino

Práticas recomendadas de alimentação:

  • Frequência e quantidade: É ideal fornecer pequenas porções de comida várias vezes ao dia, o que ajuda a manter o sistema digestivo do cavalo em bom funcionamento e previne problemas como cólicas.
  • Qualidade da água: A água deve estar sempre disponível e ser limpa e fresca, pois a hidratação é crucial para a saúde digestiva e geral.
  • Balanceamento de nutrientes: A dieta deve incluir uma mistura adequada de volumosos (como feno) e concentrados (como grãos e pellets), com atenção especial à proporção correta de nutrientes.

Componentes da dieta equina

  • Feno e forragens: Devem constituir a maior parte da dieta, fornecendo fibras essenciais que são fundamentais para o processo digestivo.
  • Grãos e concentrados: Enquanto oferecem energia, seu uso deve ser cuidadosamente medido para evitar excesso de calorias que podem levar a condições como a SME.
  • Suplementos: Dependendo das necessidades individuais, podem ser necessários suplementos para garantir a ingestão adequada de vitaminas e minerais.

Esta abordagem não só mantém o cavalo saudável, mas também otimiza seu potencial de desempenho, garantindo que ele possa atuar em seu nível mais alto.

Animal se alimentando de feno
Animal se alimentando de feno

Selecionando a ração certa para seu plantel

A escolha da ração certa é crucial para manter a saúde e o bem-estar dos cavalos. Cada cavalo possui exigências nutricionais distintas, que variam de acordo com a idade, peso, saúde geral e nível de atividade. Portanto, é essencial que cada dieta seja personalizada para atender às necessidades específicas de cada animal. O uso de substitutivos de matérias-primas, devido à oferta e ao custo, pode baratear a ração, mas também tem potencial para desencadear problemas metabólicos nos animais. É preciso dar preferência a fornecedores que não utilizam substitutivos nos produtos que comercializam.

Identificação das necessidades nutricionais

  • Avaliação profissional: É aconselhável que um veterinário ou nutricionista equino avalie cada cavalo individualmente para recomendar a dieta mais apropriada.
  • Considerações específicas: Leve em conta fatores como o estágio de vida (potro, adulto, idoso), o nível de atividade (repouso, moderado, intenso) e qualquer condição de saúde específica que possa influenciar as necessidades dietéticas.

Escolha da ração

A verdade é que a melhor ração é aquela que atende todas exigências nutricionais do cavalo, em suas mais variadas atividades e fases. Sem deixar de lado o menor custo para o fornecimento dessa boa alimentação. Oferecer ao cavalo uma alimentação balanceada com feno, grãos, sais, minerais e aveia é essencial para manter o seu peso adequado, com crescimento saudável. Além disso, também fornece energia para as funções básicas de seu organismo. Cada cavalo tem exigências nutricionais bem diferentes, que variam com sua idade, seu peso e com a sua atividade desenvolvida. Por isso, não há uma ração padronizada e não se pode fornecer a mesma dieta para todos os cavalos. O que o criador deve ter em mente, é aprender a identificar a necessidade do seu animal.

Alimentando cavalo na cocheira
  • Tipos de ração: Existem diversas rações disponíveis no mercado, cada uma formulada para atender a diferentes necessidades. Por exemplo, rações para cavalos em alta performance, rações para gestantes, rações para cavalos idosos, etc.
  • Componentes da ração: Prefira rações que ofereçam um equilíbrio de nutrientes essenciais, como proteínas, fibras, gorduras, vitaminas e minerais. Evite rações com excesso de cereais e amidos.

Monitoramento e ajustes

  • Observação contínua: A saúde e o comportamento do cavalo devem ser monitorados regularmente para garantir que a dieta está sendo efetiva. Alterações no peso, condição da pelagem, energia e disposição são indicativos de como a alimentação está impactando o animal.
  • Ajustes na dieta: Se necessário, a dieta deve ser ajustada ao longo do tempo para adaptar-se às mudanças nas necessidades do cavalo, garantindo sempre o melhor suporte nutricional possível.
Extraindo sangue para diagnosticar a síndrome metabólica equina
Extraindo sangue para diagnosticar a síndrome metabólica equina
Tubos de coleta com sangue para exame
Tubos de coleta com sangue para exame
Monitorando a glicemia do animal
Monitorando a glicemia do animal

Ao fornecer uma ração adequada e ajustada às necessidades individuais de cada cavalo, os proprietários e gestores podem assegurar não apenas a saúde, mas também o máximo desempenho de seus animais.

Então, criador, fique muito atento, pois a nutrição adequada é um pilar fundamental na manutenção da saúde e do desempenho dos equinos.

Como vimos, a escolha correta da dieta não só previne condições sanitárias sérias, mas também proporciona benefícios econômicos significativos, reduzindo custos com saúde e aumentando a eficiência dos cavalos. As inovações em nutrição equina continuam a oferecer novas soluções para melhorar a qualidade de vida desses animais, e estar ciente das regulamentações legais garante que as práticas de alimentação sejam seguras e eficazes.

Animais sadios e bem nutridos
Animais sadios e bem nutridos

Encorajamos todos os proprietários, gestores de equinos e produtores a adotar uma abordagem informada e cuidadosa na alimentação de seus cavalos, considerando as inovações e normas atuais. Com o compromisso contínuo com a nutrição de qualidade, podemos garantir que nossos cavalos não apenas sobrevivam, mas prosperem em qualquer ambiente.

É responsabilidade do criador assegurar que cada cavalo tenha acesso a uma dieta equilibrada e nutritiva que atenda às suas necessidades específicas, elevando o padrão de cuidado e contribuindo para o bem-estar e sucesso dos nossos animais.

Leia também: