CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

Uma das áreas beneficiadas pelo Kit de irrigação da Empaer

Os kits de irrigação entregues pela Secretaria Estadual de Agricultura Familiar (Seaf-MT) estão beneficiando agricultores familiares de quatro municípios mato-grossenses. O sistema de irrigação faz parte do Projeto AgroFamiliar, no qual está sendo investido R$ 22 milhões. A medida ajuda as famílias a terem boa colheita mesmo no período de seca e ainda a aumentarem a produtividade.

Pelo AgroFamiliar, que contempla 305 famílias, já foram entregues 98 kits de irrigação a agricultores familiares de Chapada dos Guimarães, Nova Brasilândia e Planalto da Serra. Os municípios foram escolhidos para a iniciativa piloto de acordo com análise dos índices de desenvolvimento da agricultura familiar. O projeto é desenvolvido pela Seaf e Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em parceria com as prefeituras e a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

Sistema de irrigação por aspersão
Sistema de irrigação por aspersão

O presidente da Associação dos Produtores do Projeto Produtivo Rancharia Fazenda L3 e Região, em Planalto da Serra, Carlos Ferreira, afirmou que, antes de receber os kits, as famílias só produziam no período de chuva. “Com esse kit, que dificilmente alguém teria recurso para comprar, vamos conseguir produzir na época de estiagem e ainda agregar valor à produção. Esse kit é muito importante e deu um gás a mais aqui no município, porque a gente está conseguindo levar para a cidade alguns produtos direto do campo, com qualidade”, disse o produtor familiar, que representa 15 famílias de agricultores familiares.

“Aqui estava em uma situação meio abandonada, não tinha investimento, e, como a terra aqui é muito pequena, a maioria das pessoas daqui não dava conta de sobreviver somente com o produzido na terra. Tinha que sair da propriedade para conseguir melhorar a renda e conseguir dar o sustento para a família. Hoje, com esse kit de irrigação, algumas pessoas já estão pensando em deixar o emprego e dedicar somente à produção. A gente consegue ver a alegria nas pessoas, que estão tendo uma renda mais”, pontuou.

No sítio da família da produtora Ângela Maria Tavares o sistema para irrigar a produção de maracujá já está em, funcionamento. A propriedade que fica em Nova Brasilândia tem um hectare e a ideia é ampliar a área para mais meio hectare. A produtora conta que no período de um ano e sete meses, a renda da família foi somente com a venda da fruta nos mercados da região e produção de polpa que comercializa para os vizinhos.

Ângela produz maracujá no município de Nova Brasilândia e já pretende expandir a área de produção - Foto: Lucas Diego/Seaf-MT
Ângela produz maracujá no município de Nova Brasilândia e já pretende
expandir a área de produção – Foto: Lucas Diego/Seaf-MT
A produtora Ângela Maria Tavares e o técnico da Empaer e coordenador do Projeto AgroFamiliar Dionei Ribeiro
A produtora Ângela Maria Tavares e o técnico da Empaer e coordenador do Projeto AgroFamiliar Dionei Ribeiro

Segundo ela, com o sistema de irrigação antigo tinha que dividir a área em quatro partes e dava muito trabalho. Agora é só ligar a bomba e toda a área é irrigada, além da economia de energia que antes precisava ficar ligada por mais de hora. Atualmente, em meia hora o serviço é concluído. Além de facilitar a lida a família tem a garantia de renda para os próximos anos.

Os produtores familiares que cultivam frutas e verduras no Assentamento 27 de Novembro, em Jaciara, também receberam kits de irrigação. Atualmente, mais de 50 famílias vivem no assentamento rural e têm a agricultura familiar como principal fonte de renda.

A Empaer é responsável pela assistência técnica junto com as secretarias municipais de agricultura. O Governo de Mato Grosso está trabalhando intensamente no fortalecimento e valorização da agricultura familiar para que os produtores tenham condições de produzir alimentos de qualidade. Os kits de irrigação asseguram uma boa produtividade, independentemente das condições climáticas.

Área preparada já com o sistema de irrigação instalado
Área preparada já com o sistema de irrigação instalado

Além do sistema de irrigação, o AgroFamiliar também incentiva os produtores familiares a investirem na apicultura, com a entrega de 240 caixas de abelha para produtores dos três municípios, e na produção de leite, a partir da destinação de calcário, entre outras ações.

O Agro familiar é uma iniciativa piloto pautada em quatro eixos de atuação: Estruturação das propriedades com máquinas e equipamentos; Capacitação de produtores, Assistência Técnica e Regularização Ambiental e Fundiária. Foram levados em consideração aspectos como população, características geográficas, extensão territorial, vegetação e flora, unidades de conservação, bacia hidrográfica, solo, clima e regime pluviométrico de cada município.

Leia também: