CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

Turistas em cavalgada conhecendo o trabalho de campo com o gado

A Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) em parceria com a Goiás Turismo, está dando início a um novo projeto para estimular o turismo rural em Goiás. O projeto tem como objetivo divulgar e promover roteiros turísticos no interior do estado, preparando propriedades para receber turistas e proporcionar experiências em atividades no campo, gerando emprego e renda, além de fomentar o comércio dos municípios.

A atividade turística movimenta bilhões de reais em todo o país e Goiás apresenta enorme potencial com diversos pontos turísticos que ainda são pouco conhecidos. Com o projeto, além da possibilidade de geração de uma renda adicional para as comunidades locais, será possível contribuir com a economia do município, com a conservação do meio ambiente, valorizar os patrimônios e produtos locais e mostrar a importância do trabalho do homem e da mulher do campo. O projeto piloto será iniciado em maio no município de Guarani de Goiás, mas vai ter como abrangência todo o território goiano. O programa é fruto de um esforço coletivo para diversificar e interiorizar o turismo em Goiás.

Cachoeira Sete Quedas, em Guarani de Goiás
Cachoeira Sete Quedas, em Guarani de Goiás
Café sertanejo na Fazenda Babilônia, área rural de Pirenópolis
Café sertanejo na Fazenda Babilônia, área rural de Pirenópolis

A importância do projeto de turismo rural do governo estadual para a geração de emprego e renda, além de ajudar a preservar o patrimônio cultural e natural. Goiás tem a característica da ruralidade no DNA e a iniciativa tem muito a contribuir com o desenvolvimento do estado de maneira geral.

O turismo rural é uma alternativa buscada por quem quer escapar da agitação das cidades e desfrutar de um ambiente mais tranquilo e natural. As atividades típicas do turismo rural incluem estadias em fazendas ou pousadas, onde os visitantes podem experimentar a vida no campo com rotinas que envolvem colheita de frutas, ordenha de vacas, preparo de comidas típicas, alimentar animais, plantar ou colher em lavouras, cavalgadas, lida campeira, entre outras atrações.

Além de proporcionar ao turista novas vivências, a atividade também é benéfica ao anfitrião e toda a comunidade ao redor para atender a demanda dos turistas. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em território goiano, há mais de 95 mil estabelecimentos agropecuários geridos por agricultores familiares, o que equivale a cerca de 63% da quantidade total.

Serra dos Caiapós - Natureza é uma das atrações turísticas em assentamentos da reforma agrária. - Foto: Incra
Serra dos Caiapós – Natureza é uma das atrações turísticas em
assentamentos da reforma agrária. – Foto: Incra
Pirenópolis reúne rico patrimônio e belezas rurais
Pirenópolis reúne rico patrimônio e belezas rurais

De acordo com a equipe que coordena o programa, todas essas propriedades possuem potencial para se tornarem um ponto de turismo rural, a fim de proporcionar uma nova alternativa de renda para os proprietários.

O lançamento do programa de turismo rural do estado de Goiás foi realizado no dia 2 de maio, em Guarani de Goiás, região do Parque Estadual de Terra Ronca, durante o Seminário de Turismo Rural. O evento, promovido em parceria com a Prefeitura Municipal de Guarani de Goiás, por meio da Secretaria de Turismo, marcando o início do projeto que visa o desenvolvimento da atividade no estado.

A Casa Goiana é um museu e um convite para conhecer itens de decoração, utensílios, ferramentas e toda arquitetura e tradições de uma das mais antigas casas de Caldas Novas
A Casa Goiana é um museu e um convite para conhecer itens de decoração, utensílios,
ferramentas e toda arquitetura e tradições de uma das mais antigas casas de Caldas Novas
Cavalgada proporciona contato direto com o animal e o meio ambiente
Cavalgada proporciona contato direto com o animal e o meio ambiente
A Chapada das Emas entrou oficialmente no mapa de turismo de Goiás, destacando-se como uma pérola de beleza incomparável - Cachoeira Santa Helena, um santuário natural no coração de Caiapônia
A Chapada das Emas entrou oficialmente no mapa de turismo de Goiás, destacando-se como
uma pérola de beleza incomparável – Cachoeira Santa Helena, um santuário natural no coração de Caiapônia

A atividade desempenha um papel crucial, proporcionando uma série de benefícios econômicos, sociais, culturais e ambientais, como a preservação da cultura e tradições, conservação ambiental, desenvolvimento de infraestrutura, diversificação econômica, além do intercâmbio cultural e social.

O município de Guarani de Goiás, que fica na região da Terra Ronca, o paraíso subterrâneo de Goiás, já possui ligação com a atividade turística. Mas de acordo com a diretoria de assistência técnica da Emater, mesmo repleto de maravilhas naturais, por questões de logística, o faturamento ainda fica aquém do potencial. Por estas razões, a Emater Goiás escolheu a região para sediar o início do programa de turismo rural que beneficiará não apenas o município, mas de todo o estado.

Leia também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *