CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

EventosExposições, Feiras e FestivaisFestasLeilõesPremiações e Competições

Raça Crioula mantém finais do Freio de Ouro e Morfologia na Expointer

Prova do Freio de Ouro

A definição da manutenção da data da Expointer 2024 deste ano para o período de 24 de agosto a 1º de setembro define também o calendário do Cavalo Crioulo, em especial as finais do Freio de Ouro e da Morfologia, duas das mais importantes modalidades de seleção promovidas pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). Com a decisão do Governo do Estado em manter o calendário, mesmo após as enchentes de maio no Rio Grande do Sul, e que também afetou o Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), a entidade também definiu a realização das grandes finais na feira.

O presidente da ABCCC, César Hax, parabenizou a diretoria do parque e o Governo do Estado pela coragem de realizar o evento, mesmo com as adversidades. “É uma feira de extrema relevância e importância, que neste ano vai ter uma conotação diferente por tudo que passamos. E que a ABCCC entende, por esta importância, e estivemos sempre prontos para isso. Quando redesenhamos o nosso calendário, 40 dias atrás, apertamos um pouco as provas porque a gente sempre contava que a Expointer pudesse acontecer na data previamente estabelecida e isso foi confirmado”, observa.

Prova de morfologia - Foto: Maurício Vinhas
Prova de morfologia – Foto: Maurício Vinhas

Conforme Hax, a raça Crioula está pronta para participar do evento. “Hoje a gente tem a definição da Expointer, que traz um pouco mais de tranquilidade para todo mundo, e a gente sabe que o nosso Freio de Ouro tem data para acontecer. Acho que isso é o mais importante e tenho certeza que teremos uma Expointer bonita e com um apelo totalmente diferente de todas as outras, não tenho dúvidas nenhuma disso. Evidentemente que o Freio de Ouro está inserido nesse contexto e a gente vai ter um grande Freio de Ouro, com muito trabalho para fazer no parque a partir de hoje”, ressalta.

Leia também: