CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

Agricultura FamiliarCiência e TecnologiaCriaçãoGestão, Mercado e EconomiaNotícias

Composto natural brasileiro pode substituir uso de antibióticos na avicultura

Frangos no comedouro

Pesquisa realizada na Universidade Federal de Lavras, em Minas Gerais, indicou que um composto de terpenos e complexos fenólicos desenvolvido no Brasil pode substituir de maneira idêntica os antibióticos e demais antimicrobianos usados para manter o equilíbrio do trato gastrointestinal de aves nas granjas. O composto foi criado pela empresa 88 Agro Vetech, especializada em soluções de bioeconomia, que investiu R$ 5 milhões em 2 anos de pesquisa e desenvolvimento.

Ganho de peso e melhor produção de ovos são dois benefícios práticos que o novo aditivo Techfeed apresentou nos experimentos de pesquisa. O produto à base de plantas promete atuar como um promotor de desempenho na avicultura, auxiliando na saúde intestinal dos animais, sendo capaz de melhorar a absorção intestinal dos alimentos nas aves o que facilita na conversão alimentar. Conseguindo manter um bom microbioma para a ave, ela tem uma melhor digestão e absorção, que reflete no melhor desempenho.

Os antimicrobianos, que incluem os antibióticos, são amplamente utilizados na avicultura para prevenir e tratar infecções, além de promover o crescimento das aves. Entretanto, o uso excessivo desses antimicrobianos pode levar ao desenvolvimento de um fenômeno chamado resistência bacteriana. Isso significa que as bactérias se tornam menos suscetíveis aos efeitos dos antibióticos e demais antimicrobianos, tornando mais difícil o tratamento de infecções, tanto em humanos quanto em animais – o que representa um risco global para a saúde pública.

Resultados de ganho de peso obtidos em frangos com o uso de antibiótico (1º coluna), sem nenhum estimulador (2º coluna) e com o aditivo (3º coluna)
Resultados de ganho de peso obtidos em frangos com o uso de antibiótico (1º coluna),
sem nenhum estimulador (2º coluna) e com o aditivo (3º coluna)

A pesquisa, conduzida em 2023 e divulgada recentemente, comprovou que o composto apresentou desempenho idêntico ao uso de antimicrobianos em cerca de 1000 frangos de corte machos, mantendo o desempenho das aves. Indicou ainda que o uso do composto garantiu ganho de peso e a conversão alimentar sem o uso de nenhum antimicrobiano como melhorador de desempenho.

Mas o grande potencial observado na pesquisa é a capacidade de substituir antibióticos utilizados de forma preventiva e também como estimuladores de desempenho. O produto surgiu com a ideia de que os produtores tivessem acesso a uma ferramenta alternativa que diminuísse o uso de antibióticos como melhoradores de desempenho nas rações desses animais.

Outro aspecto fundamental é que quando as aves recebem antibióticos na alimentação, certa parte pode ser absorvida pelo organismo e distribuída pelos tecidos dos animais, incluindo músculos e órgãos, expondo seres humanos aos mesmos antibióticos ali presentes. A pesquisa não identificou efeitos adversos nos tecidos das aves submetidas ao tratamento natural, o que também sugere que o composto é um promotor de segurança alimentar.

O aditivo natural Techfeed
O aditivo natural Techfeed

Hoje, os antibióticos são usados nas aves com dois objetivos:

  1. No tratamento de doenças, com doses elevadas, de forma pontual e quando as doenças já estão instaladas nas aves;
  2. Como promotores de eficiência e na prevenção, com doses baixas, porém constantes, sem necessariamente haver uma doença bacteriana.

Os pesquisadores, no entanto, alertam que o uso contínuo do antibiótico pode prejudicar as granjas no futuro. Com o passar do tempo e a exposição constante, acontece uma seleção de bactérias resistentes e pode chegar o momento em que não haverá mais antibióticos capazes de eliminar os agentes infecciosos. Como já ocorre na medicina, não existem mais antibióticos suficientes para controlar infecções humanas. Se ocorrer um quadro parecido no caso das produções de aves, o impacto será na casa de milhões de toneladas.

Somente em 2022, o Brasil produziu 14,5 milhões de toneladas de frango, de acordo com a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). O valor bruto da produção ficou em R$ 112,1 bilhões, sendo que o país também liderou o ranking de exportação da proteína.

A microbiota tem grande influência na manutenção da saúde intestinal das aves e desempenho da criação
A microbiota tem grande influência na manutenção da saúde
intestinal das aves e desempenho da criação

Vantagens do aditivo natural

Além de funcionar como substituto de antibióticos para melhoramento de produtividade, o aditivo alimentar tem outros benefícios, segundo os pesquisadores:

  • Diminuição do custo de produção: apesar de custar entre 10% e 15% a mais do que o antibiótico convencional, a quantidade usada é menor para se obter os mesmos efeitos positivos de produtividade no ganho de peso;
  • Aumento da resposta imunológica: há uma melhora no sistema imunológico das aves, tornando-as mais resistentes a doenças;
  • Oferta de matéria prima: por ser à base de plantas de fácil cultivo, a oferta da matéria prima do produto não deve ter grandes variações, o que mantém os preços relativamente estáveis;
  • Sustentável: com a demanda cada vez mais forte por grandes quantidades de alimento e uma produção mais sustentável, o aditivo à base de plantas pode ser incorporado no manejo das granjas, o que auxilia também na exportação para mercados mais exigentes;
  • Não deixa resíduos: o uso de antibióticos de forma constante, assim como de outros produtos químicos, deixa resíduos nas fezes dos animais, posteriormente utilizadas como adubos. Por ser a base de plantas, caso tenha resíduos, eles são naturais e inofensivos.
Techfeed
Techfeed

O que são os fitogênicos

Os fitogênicos são, na verdade, compostos extraídos a partir de plantas, medicinais ou especiarias, que têm um efeito benéfico para a saúde animal. Neste caso, o aditivo alimentar Techfeed é resultado da retirada de 21 compostos dessa natureza, de plantas como o cravo, o alecrim, o orégano e o gengibre. No entanto, os efeitos encontrados separadamente não têm a mesma efetividade quando utilizados em conjunto.

No experimento que foi feito, 100 miligramas desses compostos misturados por quilo de ração de frango de corte são suficientes para o produtor não precisar colocar a terramicina, que é um antibiótico hoje muito utilizado no frango de corte.

Além disso, o processo burocrático nos órgãos fiscalizadores fica encurtado, já que se trata de um produto fitogênico, não sendo preciso fazer um registro no Ministério da Agricultura e Pecuária. Basta que as plantas estejam incluídas na lista de ingredientes autorizados pelo órgão para alimentação animal.

Pintinhos no comedouro
Pintinhos no comedouro

Mais um ponto comparativo é que se o produtor tirar o antibiótico convencional do processo produtivo, cai 20% a produção em peso. Com aditivo natural, o ganho de peso volta ao normal sem a necessidade do antibiótico convencional. Para os técnicos, os próximos anos tendem a ser mais promissores para esse nicho de mercado, o que também trará mais opções ao produtor de aves.

A empolgação com a nova formulação faz os técnicos seguirem comprometidos em oferecer soluções que promovam a sustentabilidade e o bem-estar animal. Para eles, o TechFeed representa um avanço significativo na avicultura, proporcionando uma alternativa segura e eficaz aos antimicrobianos como melhoradores de desempenho.

Leia também: