CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

Agricultura FamiliarCiência e TecnologiaCriaçãoGestão, Mercado e EconomiaLogísticaNotícias

Avicultura – Características ideais dos pintinhos

Avicultor com um pintinho nas mãos

Um bom passo para que sua produção comece com o “pé direito” e alcance os objetivos produtivos e financeiros planejados está na saúde dos pintinhos

A identificação de certas características poderá auxiliá-lo nesta primeira fase, possibilitando que você possa ter, no futuro, animais saudáveis e produtivos, o que será muito significativo na rentabilidade do seu negócio.

É como diz o ditado: “Prevenir é melhor que remediar“. Identificar possíveis problemas, poderá ser fundamental para evitar prejuízos mais tarde.

O primeiro ponto que devemos analisar é: Quais os critérios usaremos para identificar “características de qualidade” no animal recém-nascido?

Alguns pontos-chave são fundamentais para que a cadeia produtiva siga seu caminho de sucesso. São eles:

Cicatrização do umbigo. Este processo deve ser rápido e livre de infecções. Se você perceber qualquer problema, tenha em mente que a onfalite pode ser a causa. A onfalite é uma infecção bastante comum que ocorre ainda dentro do ovo. Costuma se manifestar nos primeiros dias de vida. Esta doença causa desconforto e, por consequência, perda no desempenho.

ATENÇÃO! O umbigo mal cicatrizado impacta negativamente no desempenho dos pintinhos e, na primeira semana, os índices de mortalidade podem ser altos.

Temperatura corporal. Preste muita atenção na temperatura externa e do pintinho. Ao nascer, ele deve ter uma temperatura inferior a 40,6 oC. Acima disso, a ave ficará estressada, o que é um gatilho para mortalidade ou infecções que prejudicam os resultados. 

Transferência do incubatório para a granja. Evite ao máximo estresses no transporte. Este é um momento que se deve evitar mudanças bruscas e descuidadas, pois, este estresse pode fazer com que os pintinhos fiquem debilitados.

Ao chegar no aviário, o comportamento natural dos pintinhos é buscar água e alimento. Eles também irão se dispersar pelo grupo rapidamente.

ATENÇÃO! Se você observar que alguns chegaram ao aviário letárgicos, é indício de stress calórico. Tente equilibrar a temperatura e, ao conseguir este equilíbrio, faça pintinho deve voltar a consumir água e ração.

Pesagem. Aos sete dias de vida, deve ser realizada a pesagem. O pintinho deve apresentar em torno de 4 vezes o peso de chegada.

Neste momento, é preciso também realizar uma análise importante é para identificar se algum pintinho apresenta dificuldades motoras ou cansaço físico excessivo. É o momento também de avaliar os reflexos do animal.

Coloque o pintinho com o dorso para baixo. Ele deverá retornar à posição inicial em menos de três segundos. Observe a qualidade das pernas (se o filhote se locomove bem, o nível de hidratação, verificando se há veias saltadas nas canelas) e observe também o joelho, para ver se existem lesões.

A qualidade do pintinho e da qualidade da criação impactam também na conversão alimentar! Se ele se nutre de forma errada, não terá condições de alcançar seu índice produtivo ideal.

ATENÇÃO! Sempre verifique as condições do incubatório e do transporte para tentar encontrar as causas de estresse e corrigir o problema.

Sempre comunique seu extensionista ao verificar um comportamento anormal ou uma mortalidade que fuja aos padrões.

Leia também:

Suplementação caseira para alimentação de pintinhos

Doença de Marek – importância e controle

Avicultura – Salmonella: filhotes podem ser protegidos com vacinação das matrizes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *