CAMPO -  A importância dos trabalhadores rurais brasileiros

Turismo e Lazer

Pesadelo dos ambientalistas, a motosserra é de grande utilidade nas atividades rurais

Motosserra sendo operada para o corte de uma árvore
Equipamento importante na propriedade que facilita e mecaniza o serviço de corte
 
O uso da motosserra se tornou um tabu. Além de estar diretamente associada à destruição das áreas de florestas, a motosserra é muito associada a filmes de terror como “O massacre da serra elétrica”. Também são comuns paródias com a serra elétrica em desenhos animados. Nos jogos eletrônicos de tiro em primeira pessoa, é uma arma muito popular, como em Doom. No jogo MadWorld, a motosserra é a principal arma utilizada pelo jogador. No Brasil, também está associado ao episódio de assassinato conhecido como “O crime da motosserra”, atribuído ao ex-deputado federal Hildebrando Pascoal. Enfim, a motosserra está associada às maiores aberrações.

Mas o que é uma motosserra?

A motosserra é uma serra mecânica portátil acionada por um motor. O motor pode ser tanto de combustão interna como à eletricidade ou à bateria. A motosserra à gasolina é a mais difundida no mundo por sua versatilidade. O motor faz girar uma corrente rotativa com dentes cortantes. 
Detalhes da corrente e do sabre

O funcionamento da corrente da motosserra foi desenvolvido por Joe Cox, que se inspirou na larva do besouro da madeira, que tem dois cortadores: enquanto um está cortando o outro está calibrando a profundidade.
Joe Cox e a larva do besouro da madeira
 
O projeto de uma motosserra concebe, em cada modelo, o que há de mais moderno em tecnologia. O equipamento é indispensável nas empresas florestais, propriedades rurais, na construção civil, na área de resgates, serviços urbanos, dentre outros setores.
 
De acordo com a norma de segurança chamada NR12, alguns dispositivos são obrigatórios como os de parada, de parada de emergência e de partida. Aspectos ergonômicos também são levados em consideração, como as empunhaduras. Todos esses dispositivos foram pensados para atestar o bem estar e a segurança do operador.

Para que serve a motosserra?

A motosserra pode ser para hobby ou profissional, cara ou barata, grande ou pequena. Seu objetivo é facilitar e mecanizar o serviço de corte (madeira, fibras, metais etc.), mas sua função principal e original é cortar ou podar galhos e árvores.

Para cada uso, existe um equipamento ideal com características específicas. Além disso, a motosserra já possui implementos e/ou adaptadores que a transformam em furadeiras e perfuradores de solo, rabeta para barcos, cortador de mármore, bomba d’água, entre outros.

Algumas formas de usar a motosserra

  • cortar galhos e troncos em casos de queda de árvores em vias públicas (bombeiros e equipes de resgate e manutenção de vias);
  • cortar ferragens (serras especiais para metais) no caso de desastres de veículos (bombeiros e equipes de resgate);
  • derrubada de árvores, poda, obtenção de lenha, moirões e postes e na supressão de incêndios florestais (sítios; fazendas; empresas florestais; jardinagem);
  • confecção de esculturas de madeira (escultores em madeira), marcenaria e carpintaria;
  • construção de casas de troncos ou de tábuas;
  • cortes em concreto, rocha natural e sintética, substrato, pedra, pedra em seco, alvenaria, tijolo, mármore, praticamente qualquer superfície rígida e vergalhões (correntes/serras especiais para construção civil)
Diversas utilizações da motosserra
 
Aqui, vamos nos ater às motosserras para usos agropecuários, florestais e jardinagem.
 
Na escolha de uma motosserra, devemos ter atenção inicialmente ao tipo do equipamento, características e finalidade. Grandes extensões de trabalho ou muitas horas de trabalho exigem um equipamento robusto e profissional. Por outro lado, o uso ocasional ou hobby vai direcionar para um equipamento menor em capacidade e tamanho.
 
Logo de início temos que pensar em relação a forma de alimentação do equipamento. Cada tipo apresenta pontos que devem ser levados em conta na hora da escolha: a motosserra à gasolina é amplamente utilizada e versátil, indicada para ambientes internos e externos; a elétrica dura mais tempo, mas está sempre presa a um fio, o que não garante a ela mobilidade e, consequentemente, não permite utilização em qualquer lugar; por fim, a que funciona à bateria é mais sustentável, mas trabalha por menos tempo.
Em seguida precisamos saber distinguir as diferenças entre uma motosserra para uso ocasional (hobby) e profissional. A tabela a baixo ajuda nessa definição:

As motosserras para uso ocasional são direcionadas ao consumidor urbano normalmente. Elas são desenvolvidas para facilitar a vida em casa, no sítio ou na praia, seja nas atividades de manutenção, de jardinagem ou mesmo nas artísticas. São fáceis de usar e com funções ideais para reduzir o esforço e aumentar a qualidade do trabalho, podendo-se encontrar motosserras movidas à gasolina, elétricas e a bateria.

As motosserras para uso agropecuário são construídas para facilitar a vida do homem no campo. São práticas, robustas e de desempenho para satisfazer as necessidades do setor rural nas fazendas e sítios em atividades de horticultura e fruticultura, construção de cercas e galpões, dentre outras.
 
As motosserras para o mercado florestal são utilizadas para o manejo sustentável e para o reflorestamento, em atividades de plantio, manutenção e colheita. 

Por último, destacamos as motosserras para conservação e jardinagem profissional, destinadas à prestação de serviços com agilidade, qualidade e a economia, imprescindíveis para o bom andamento do trabalho. Apresentam alta performance e grande resistência em diversas atividades de manutenção pública e de patrimônio, em serviços de paisagismo e de jardinagem em geral.

Definindo as finalidades e alimentação do equipamento, temos que saber da categoria em relação ao porte:

Pequeno porte – são usadas para serviços ocasionais, como a poda de árvores, corte de lenha para fogões, lareiras, caldeiras ou pequenos reparos, marcenaria, serviços leves de jardinagem e serviços artísticos (esculturas). 
Motosserra pequena

Médio porte – são recomendadas para serviços um pouco mais pesados e para pessoas que já entendem do assunto. Elas são usadas no meio rural para podas em geral, pequenas derrubadas, reparos nas instalações rurais e aproveitamento da madeira para a confecção de palanques, cercas, tábuas, entre outros.
 Motosserra média

Grande porte – indicadas para uso profissional, sendo úteis em grandes derrubadas, manejo de madeiras nativas de grande porte, como na produção de tábuas, réguas e mourões para o fornecimento a fazendas que as usem na construção de pontes, currais ou cercas e postes.
Motosserra grande
 
O peso da motosserra influi diretamente no uso, ou seja, quanto maior, mais pesada e possivelmente mais difícil de se trabalhar por um longo período de tempo. Temos a errada noção de achar que quanto mais potente a motosserra, melhor, mas na verdade a potência deve estar relacionada ao tipo de trabalho. Longos trechos de derrubadas de árvores exigem uma máquina mais potente, assim como árvores de grande porte. No caso de pequenas áreas e/ou árvores de pequeno porte, motosserras menos potentes já são eficazes.
 
Fique ligado. Seguiremos neste assunto, falando de manuseio do equipamento e sobre a legislação que envolve a questão! E daremos dicas para você escolher a motosserra ideal para o seu dia a dia! Não perca!

Leia também:
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *